Não, não sabe. Ninguém sabe!

Vivemos tempos confusos que também afetam a parentalidade.
Para nós pais, lidar com as perguntas dos nosso filhos pode ser um desafio e quando não sabemos as respostas é importante ser verdadeiro, honesto e autêntico.
Não necessitamos de fazer de conta que isto não é nada, até porque (dependendo da idade) eles já ouviram e falaram sobre o tema. Também não necessitamos de os assustar em demasia porque o nosso controlo sobre esta situação é muito reduzido e o medo não é grande aliado.
Tenho optado por falar das minhas preocupações e o que me assusta.
Quando não sei, digo que não sei, procuro informação e tento dar pelo menos duas versões, uma versão mais optimista e outra menos optimista.
Procuro ter presente que o meu comportamento é o meu exemplo e o meu exemplo é a uma das maiores aprendizagens para os meus filhos.
Prefiro não ter demasiada informação em casa, é melhor ser eu a dar alguma notícia ou alerta do que um qualquer canal de televisão.

Vou aproveitar bem estes dias com eles em casa para brincar, dançar, ver filmes e procurar alternativas para investir o tempo de forma divertida e carinhosa.

Uma coisa que o Pai sabe, é arranjar diversão quando estamos em casa. ☺️

Artigos Relacionados

“Já te disse 500 vezes!”

“Já te disse 500 vezes!”

Num daqueles momentos que todos conhecemos enquanto pai, disse para a minha filha:- Já te disse 500 vezes…A minha filha, que já percebeu como isto funciona há muito tempo, respondeu:- Pois pai, aparentemente não está a funcionar pois não? Provavelmente muitos pensarão...

Onde nós, os pais, temos mais dificuldade

Onde nós, os pais, temos mais dificuldade

Pedimos desculpa, procuramos conexão, observamos e depois? Depois o que fazemos? Depois vem o ponto onde nós, os pais, temos mais dificuldade… Dizer o que sentimos. Entram em ação uma série de crenças, capas, máscaras e ideias que nos afastam (homens e pais) de dizer...

A última vez

A última vez

Existem coisas que acontecem pela última vez. Esses momentos acontecem todos os dias com os nossos filhos.E nós não conseguimos prever quando isso vai acontecer, pois não? Quando será a última vez que a tua filha te chama para a ajudares a tomar banho?Quando será a...